Planta nativa da Caatinga descoberta como fonte de remédio para DST

Segundo pesquisa do Instituto Nacional do Semiárido (INSA) em parceria com a UFPE e a UFRGS, a folha da Massaranduba tem grande potencial para a produção de um poderoso remédio para tratamento da tricomoníase, que é uma doença sexualmente transmissível que infecta mais de 276 milhões de pessoas por ano.

A Massaranduba é uma planta nativa encontrada na Caatinga, que é a vegetação predominante no Nordeste brasileiro. Geralmente esta árvore é muito utilizada na construção civil por sua madeira rosada e resistente. Esta madeira é de uma qualidade inegável sendo utilizada em casas feitas de madeira como viga de sustentação. Segundo pesquisador a descoberta deve agregar mais valor a planta, inclusive demonstrando potencial preservação e de produção da espécie.

Fonte: Blog Jornal da Paraíba